Arquivo da categoria: TV

Seriados e séries televisivas

149- Vc Não Pode Tocar Com As Cordas Quebradas

broken-strings

Quando ouvi este dueto do James Morrison com a Nelly Furtado, a primeira coisa que veio a minha cabeça foi essa música:

Claro que ambas tem atmosferas diferentes, mas no fundo no fundo, elas tem a mesma alma.

Por anos ouço When You´re Gone do Bryan Adams Feat. Mel C.
Contagiei irmã, irmãos…
Ela sempre foi única.

Foi até que ouvi Broken Strings.
Foi paixão a primeira audição.

Sempre admirei demais o trabalho do James Morrison, e até que simpatizava com a Mrs. Furtado, mas puta merda, esse dueto ficou simplesmente perfeito!

Não dá!
Não consigo parar de ouvi-la.
Consigo ouvi-la sem parar 29 vezes por dia. É algo surreal para os meus padrões.
Não sei o que há de errado comigo! Hehehe…

Ps1: Clique na imagem para download da mp3;
Ps2: Dedico Broken Strings para minha alma distante, que levou um pedaço generoso do meu coração;
Ps3: Dedico o vídeo de When You´re Gone para o visitante islandês que já deve ter regressado à ilha de gelo;
Ps4: Dedico o vídeo de Broken Strings para a Mari, garota nova lá da Cria (fã da Gabriella Cilmi) e para o meu italianíssimo Tio (que vai gostar de ouvir a tiazona falando italiano).

______________________________

Broken Strings

Let me hold you
For the last time
It’s the last chance to feel again
But you broke me
Now I can’t feel anything
When I love you,
It’s so untrue
I can’t even convince myself
When I’m speaking,
It’s the voice of someone else

Oh it tears me up
I try to hold on, but it hurts too much
I try to forgive, but it’s not enough to make it all okay

You can’t play on broken strings
You can’t feel anything that your heart don’t want to feel
I can’t tell you something that ain’t real
Oh the truth hurts
And lies worse
How can I give anymore
When I love you a little less than before
Song words are provided by Geniusbeauty.com

Oh what are we doing
We are turning into dust
Playing house in the ruins of us
Running back through the fire
When there’s nothing left to save
It’s like chasing the very last train when it’s too late

Oh it tears me up
I try to hold on, but it hurts too much
I try to forgive, but it’s not enough to make it all okay

You can’t play on broken strings
You can’t feel anything that your heart don’t want to feel
I can’t tell something that ain’t real
Well the truth hurts,
And lies worse
How can I give anymore
When I love you a little less than before
But we’re running through the fire
When there’s nothing left to save
It’s like chasing the very last train
When we both know it’s too late (too late)

You can’t play on broken strings
You can’t feel anything that your heart don’t want to feel
I cant tell you something that ain’t real
Well truth hurts,
And lies worse
How can I give anymore
When I love you a little less than before

Let me hold you for the last time
It’s the last chance to feel again

Anúncios

142- Love Message

Ps: Watch in HD.

140- True Blood S02E01

Trueblood2

Segunda temporada de True Blood começa com audiência expressiva
Episódio é o maior sucesso da HBO desde o fim de Sopranos

17/06/2009

(Ederli Fortunato)

A estreia da segunda temporada de True Blood, no último domingo, teve público expressivo nos Estados Unidos. O episódio somou 3,7 milhões de espectadores, o que o torna a maior audiência da HBO desde o episódio final de Família Soprano, exibido em junho de 2007.
O episódio também marcou uma audiência 157% maior do que a estreia da série e 51% maior do que o último episódio da primeira temporada. O sucesso é ainda maior quando se sabe que o episódio foi exibido no mesmo dia da final do campeonato de basquete da NBA entre Lakers e Magic. Somado com a audiência da reprise, exibida às 23 horas, o total de espectadores chegou a 5,1 milhões de pessoas.
No enredo de True Blood, ambientado no sul dos EUA, sangue artificial engarrafado e comercializado em massa torna possível aos vampiros conviver com os humanos. A série é baseada nos livros de Charlaine Harris e tem sido um sucesso também em DVD, onde gerou 30 milhões de dólares em vendas em poucas semanas. O programa é também um dos mais baixados do iTunes. Os lucros são bem vindos, uma vez que cada episódio de True Blood custa 4 milhões de dólares, o dobro do normal de um episódio de série dramática em TV.
O único lugar considerado problemático para True Blood é a venda do programa para fora do mercado de TV por assinatura, em que o conteúdo gráfico dos episódios – na estreia do ano dois a atriz Anna Paquin aparece nua – exigiria cortes para poder ser exibido em canais abertos nos EUA.

Para baixar a legenda e o torrent do arquivo em HD, clicar na imagem.

132- True Blood OST

trueblood-ost

Composed by: VA
Codec/Bitrate: MP3, VBR V2
Duration: 47:33 min.

Tracklist:
01. Jace Everett – Bad Things (2:43)
02. CC Adcock & The Lafayette Marquis – Bleed 2 Feed (4:53)
03. Lucina Williams – Lake Charles (5:27)
04. Lee Dorsey – Give It Up (3:00)
05. The Legendary Shack*Shakers – SwampBlood (3:12)
06. Cobra Verde – Play With Fire (2:37)
07. The Watson Twins – Just Like Heaven (4:15)
08. The Flying Burrito Brothers – Christine’s Tune (A.K.A. Devil In Disguise) (3:00)
09. Ryan Adams – Two (2:38)
10. Slim Harpo – Strange Love (2:08)
11. Allen Toussaint – From A Whisper To A Scream (3:30)
12. Dr. John – I Don’t Wanna Know (3:24)
13. John Doe Feat. Kathleen Edwards – The Golden State (3:00)
14. Little Big Town – Bones (3:47)

Download

Password: bi0f0raLL

114- Big Love HBO (3ª Temporada)

big-love-01

big-love-02

Saiu, saiu, saiuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu! E tá vindo a quase 400kbps!!!
Puxa, como esperei por isso!

Mais uma série com selo HBO que merece ser assistida mil vezes.
Baixem os primeiros episódios no Mininova e Legendas.tv

A íncrivel abertura da série e sua música perfeita:

Big Love In 4 Min:

Ps: Nas fotos, Mr. Bill e suas três esposas. Nunca a poligamia foi tão polêmica.

90- Sangue Novo (Sem Spoilers)

Atualmente, tenho sustentado poucos vícios.
Enquanto Lost não retorna, a gente se vira como pode.
Sangue sintético é a solução! Santos japoneses!

Que vontade de experimentar! É que nem barra de chocolate Wonka…
Bonito demais pra não se provar…

O foda é que quando começam a pipocar novidades, é uma atrás da outra.
Dexters e Ugly Betties a parte, vim aqui falar um pouco sobre uma série simplesmente fantástica: True Blood.

Ainda não dá pra falar tudo o que quero – poucas pessoas a assistiram.
É por isso que vou falar pouco e mostrar mais.

Descobri outro dia, por acaso.
Lá estavam eles, os torrents e as legendas dos três primeiros episódios…

Confesso que histórias sobre vampiros, hoje, já não me atraem como antigamente.
Mas se algo me puxou para True Blood, foi o fato de saber que havia dedo dos produtores de Six Feet Under…
Tá certo que o selo de qualidade HBO é outro chamativo piscante…
Na verdade descobri isso passeando pela Outerspace…

Resolvi baixar para conferir.
No máximo se fosse muita viagem, eu teria apenas perdido tempo de download e dispensado alguns cliques de mouse para excluir os arquivos…

O primeiro episódio é bem viajado, mas o universo abordado é promissor e singular.
Talvez por esse motivo, as coisas passem rápido demais aos olhos e ao entendimento. Definitivamente não assimilamos tudo numa única vez, são muitos detalhes. É preciso passar os olhos uma segunda vez…

O segundo episódio já te deixa intrigado.
Os personagens secundários ganham destaque, te cativam…

O terceiro vc já está de quatro pela profundidade, pelos pequeninos dramas que se ampliam…

No quarto episódio vc já está mergulhado…

Assisti o oitavo esses dias e posso dizer sem rodeios, não só tem dedo dos produtores de Six Feet Under, como tem alma de Six Feet Under…
Bom demais…

True Blood é uma série diferente sobre vampiros diferentes.

O sangue dos humanos ainda é uma uma peça importante na história dos vampiros, mas o bacana aqui é que o sangue dos vampiros é muito mais interessante para a vida dos humanos.

Isso sem falar da deliciosa embalagem de Tru Blood, o sangue sintético engarrafado e desenvolvido pelos japoneses.

Os vampiros já não são mais os mesmos…

A fórmula é infalível.
Imagine uma cidadezinha caipira no interior dos Estados Unidos, uma avó do tipo avó do Peter Parker, vampiros e mais vampiros, uma garota que pode ler a mente das pessoas, uma menina bocuda com um coração de ouro, um jovem tarado divertidamente atrapalhado, um gay contrabandista, uma possuída, a fofoqueira, o bom garoto, o dono do bar…
Junte tudo àquele diferencial que é a impecabilidade e o timming perfeitos de Six Feet Under e pronto, não há como resistir.

True Blood te pega pelo pescoço.
Protagonistas cativantes, coadjuvantes precisos.

Toda vez que sai episódio novo, revejo todos os anteriores de uma única vez.

Em cada novo episódio, mais personagens interessantes.
Nem sempre o mais jovem é o menos experiente. Basta observar o olhar do poderoso Eric ou do misterioso Bill.

Dizem os mais sábios, que os antigos vampiros adoravam brincar com palavras.
Fangtasia é o nome da experiência mais excitante e perigosa. Quase uma Disneyland sexual.
Lá, humanos e vampiros celebram os prazeres carnais.

Bom, falei demais.
Vou esperar que mais pessoas assistam.

Os torrents e as legendas dos oito primeiros episódios, vc encontra ***AQUI*** para download.

Enjoy it! Recomendadíssimo.

86- Novo Vício: True Blood (HBO)

Dessa bebida eu tomo até a última gota.

***Download Legendas Pt + Torrents dos quatro 1º Episódios***

Assistam!
É bom demais!

27- Pushing Daisies

Vi a chamada no Warner Channel e fiquei curioso.
Baixei o piloto e achei inteligente.

2008-03-24-pushing.jpg

Mesmo assim, senti-me um pouco incomodado.
Uma mistura da narração francesa à la Amélie, com uma fotografia à la Tim Burton + um humor à la Six Feet Under…

Convenceu, mas não cativou.

Já baixei o segundo. Ele vai ser decisivo.
Se eu me arrepiar, eu baixo o terceiro!

Nota: 6