Arquivo da categoria: Studies

144- Passei!

Passei

Um décimo para nove!
Tudo bem! No B-3 eu compenso!
Viva!

Ps1: Muito feliz!
Ps2: Enquanto o B-3 não começa, quero aprender piano. Alguém conhece uma boa escola de música pra me indicar?
Ps3: Romaji- John-san omedetou gozaimasu. Yoku ganbarimashitane. John-san wa sugoku sugoku ii gakusei desuyo. Bunpou wo mou sukoshi benkyou shimashyou. B-3 mo ganbatte kudasai.

Anúncios

130- 9,1

Nota-Primeira-Prova-Japa

Esta é a nota da minha primeira prova de japonês!
🙂

123- 日本語の学校 (Escola De Japonês)

nihon-gakko

これは日本語の学校のかぞくです。
そのしゃしんはしゅうまつとりました。
先生のなまえ はマルシアです。

その日はとてもたのしかったでした。

これは新しくて明るい友だちです。
うれしかったです。

87- Tridimensionalize-se!

Esse final de semana foi corrido, comprido e muito divertido.
Dei-me o tão almejado curso de 3D Studio Max.
O curso introdutório, com suas 20 horas, ocupou todo meu sábado e todo meu domingo.
Sabia que iria ser puxado, cansativo e que me perderia nas mil e uma informações, mas sabia também que iria ser apaixonante, inesquecível e sagrado.

8 às 18!
É preciso ser muito maluco pra trocar o fim de semana de descanso por um fim de semana de avanço.
Mais maluco ainda é sacrificar todos os finais de semana até Dezembro…

Tava doido pra me dar uma linda tv de LCD, dessas que daria pra ligar o Ps3, quem sabe um Wii…
A bonitinha vai ter que se contentar em vir morar aqui lá pra 2009, pois meus planos, pelo menos por enquanto, estão longe de ficar em casa…

22:26hs. Domingo, 12 de Outubro de 2008.
Dois dias…
É impressionante pensar que em apenas dois dias, um universo inteiro de possibilidades me foram apresentadas.

Em certos momentos desse final de semana, na sala de aula, eu me perguntava por que raios eu ainda não havia entrado nesse mundo.

O 3D me foi apresentado por um professor apaixonantemente maluco. Físico-publicitário, molecão de 40 e poucos, ufolomaníaco, figuraça do dedo mindinho até o último fio de cabelo.
A classe de cuecas se mostrou talentosa. Um bando de marmanjos com histórias peculiares, com trabalhos diferentes e com um único objetivo. A única menina da sala era a lousa.

Eu havia me esquecido que nessas, além da gente trazer na bagagem o conhecimento, a gente também traz novas amizades…

A cada item, a cada assunto, mais e mais paixão.
Ferramentas e mais ferramentas.
A técnica era matemática, precisa, complicada. Na minha mente as possibilidades resultavam em arte, intuitiva, ingênua.

Nos minutos de intervalo, a escola nos servia lanchinhos, doces e sucos.
A turma de maquete, arquitetura e os manos do 3D trocavam figurinhas. Todo mundo lá tinha algum portifólio ou cartão pra trocar.
Nesses momentos, o Profº Joe e a Profª Neide (grandes amigos da Criacittá) queriam saber de tudo. Seu eu estava gostando, se era aquilo mesmo que eu havia imaginado…
O almoço rolava sempre na praça de alimentação do Shopping Santa Cruz. A Cadritech é logo ali ao lado.

Voltávamos todos às 14hs e até o próximo intervalo de 15min, mais mil tópicos eram abordados.

Muita informação!
Tem uma hora que vc pensa que não vai mais conseguir capturar mais nada, mas æ o professor solta uma bomba engraçadíssima e os que estavam sonolentos acordam.

Classe maravilhosa. Gurizaida de todas as idades.
Senhores com mais de 50, jovens casados, garotada de cursinho…
Aeronáutica, Ita, Videomakers, publicitários, designers, colegiais…

Tanta gente diferente com o mesmo objetivo…

Enfim, após chegar em casa e resgatar uma hora de sono, meu primeiro módulo está brilhantemente concluído.
Inacreditável pensar que pelo menos um pouco da conversa da turminha do 3D lá na Cria já não vai mais soar como outro idioma.

Maravilhosa sensação em ter esse upgrade dentro de mim.
É como se eu houvesse ganhado mais percepção ou estivesse com novos olhos.

Semana que vem, dou início ao Módulo 2.
Estou sedento por mais e mais conhecimento.
Não vejo a hora de começar a criar em 3D!
Vai ser mais que sagrado. Vai ser o meu diferencial!