63- Wall-E

Sabem o que é sair de uma sessão de cinema com a alma lavada e o coração inchado?

É algo cada vez mais raro de acontecer, mas acontece.

Ontem, sai da sessão de Wall-E assim.
Um orgulho bobo, como se aquele filme fosse produzido por mim ou para mim.

Sei que fazia tempo que eu não me sentia desse jeito, com vontade de assistir o filme mais uma vez, assim que os créditos começaram a deslizar na tela.

Wall-E é perfeito, impecável.
Acho que desde Vida de Inseto eu não me emocionava assim.
Fazia tempo que eu não ficava tão deslumbrado, tão apaixonado por um universo.

Junin e Tio que o digam.
Eu me segurei, mas claro que deixei escapar uns pedacinhos fugitivos de emoção…

Talvez seja a vida seca do planeta, aquelas panorâmicas solitárias…
Talvez seja a diretriz conciliada ao hobby de colecionar tesouros…
Talvez seja um olhar para o universo…

O ator coadjuvante não poderia ser mais original: una la cucaracha.

Talvez a estatura, os olhos, o simples fato do pequenino segurar a todo instante uma planta contra o peito, o constante fato dele subir e descer rampas…
Talvez ele tenha me lembrando o ET…

A verdade é que esse pequenino superou todas as minhas expectativas.

O amor platônico.
A prioridade do coração versus a diretriz.

O registro no modo stand by.
Os ícones e signos.
O minimalismo das imagens…

A poesia e os sentimentos explodiam a cada minuto. Uma chuva de gentilezas.

Quando alguém que a gente ama, por algum motivo descobre a invisibilidade dos gestos, da preocupação, da admiração e do coração, a fórmula para o amor é infalível.

Cada vez comprovamos que não existem mais seres tão puros assim.
Da mesma forma, seguimos a vida inteira procurando por eles.

A influência.
Um pequeno robô, tão pequenino e indefeso, com uma função tão comum, rasgou os céus e modificou a vida de tantos indivíduos.
Qual a ferramenta para isso? Atenção, importância, ajuda!

Amei a população obesa e seus hábitos.
Amei a quebra disso.

Amei a viagem.
Amei o vilão.

A trilha sonora apagava e acendia na hora certa. O tema do Peter Gabriel quase me confundiu por um instante. Não consigo parar de ouví-lo.

O uso da realidade para definir o tempo. Acho que é a primeira vez que a Pixar faz essa mistura.

A esperança numa planta!

O amor, a admiração, a amizade, a cooperação, a lembrança…

Sabe quando uma coisa é tão boa que vc não consegue acreditar que ela vai ser boa até o fim?
Vc fica esperando um erro, um deslize, um descuido…

Não houve um único momento gratuito.
Não houve nada para se criticar.

Personagens inteligentes!
Palavra não disperdiçada.

Alguém aqui já dançou apaixonado?
Todos deveriam bailar assim pelo menos uma vez na vida.

Para o designer, os ícones.
Para as crianças, o otimismo.
Para os apaixonados, os gestos.
Para aqueles que ainda acreditam que animação é coisa pra criança, meus sentimentos.

Preciso assistir mais uma vez.
Dessa vez totalmente ciente de que desde o primeiro momento do filme até o último, a experiência vai ser perfeita.

4 Respostas para “63- Wall-E

  1. Esse filme foi muito bom!
    Valeu pela sua companhia e a do Jr. ontem.
    Falou!

  2. Parece ser bom mesmo, hein!? Assim q sair aqui, espero poder ir assistir.

    O triste eh saber q as pessoas se esquecerao de qualquer coisa util mostrada/aprendida no filme minutos depois de sairem da sala. Sao pouquissimas as q conseguem entender/usar as coisas “boas” de cada um…

    T+

  3. ola Caro amigo..
    Adorei o q escreveu sobre o Wall E..tbm concordo e penso assim como vc..q nao existem mais seres puros de coração mas seguimos a vida inteira procurando por eles….
    te add no msn se nao se importa acho q seria um amigo legal…
    abraços
    Paulinha

  4. finalmente alguem que entende o sentimento de assistir wall-e. resenha perfeita, destaca exatamente o que senti ao assistir esse filme (:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s