15- Gibraltar (Reino Unido)

A terra que divide a Europa da África, representa também um extraordinário ponto estratégico para a velha Europa. A velhíssima coroa britânica que durante anos quis manter a própria liderança sobre essa pequena península, situada logo abaixo da famosa península Ibérica, é importante por ser a porta de entrada do Mediterrâneo.

Todos nós desde pequenos sempre ouvimos falar do estreito de Gibraltar. Poder conhecer esse lugar me fez voltar às aulas de geografia.

As primeiras horas do dia 28 de Novembro ainda revelavam um céu escuro. Eu tinha acabado de tomar o meu café e voltei pra minha cabine, apanhei e vesti minha cyber jaqueta à prova de balas e subi ao deck 11º para encontrar Rinaldi Mohamed, Zaldi, Edie, Joseph, Sumatra, Gusti, Pasek, Gedi, Agus, meus companheiros indonesianos.
O navio ainda estava navegando. A madrugada ainda sem sol, estava com um vento tão arrebatador, que era impossível permanecer de pé.
O sol demora pra aparecer nas manhãs européias e o frio que faz nesse meio tempo é mortal para nós brasileiros.

Estávamos fazendo o setup das cadeiras e espreguiçadeiras, quando o primeiro raio laranja de um sol tímido se ergueu lá no horizonte rasgando aquele céu ainda negro. Os momentos a seguir vão ficar gravados pra sempre na minha mente: um show de cores em menos de cinco minutos.
O mesmo sol que ilumina o Brasil surgia manhoso lá na linha que separa o oceano do céu, iluminando com a força de um bilhão de explosões nucleares o meu dia…

Vi surgir ao lado direito do navio o farol de Punta Europa e uma cidade inteira cheia de luzinhas coloridas numa montanha inacreditável. Havia um castelo lá em cima, que com o nascer do dia se mostrou ser uma fortaleza: o castelo de Moresco, construído em meados de 750 pelos árabes, cuja torre domina toda a cidade.
O próprio nome Gibraltar origina-se do árabe Jabal al-Tariq (Montanha de Tarique), antes chamada pelos fenícios de Calpe, uma das Colunas de Hércules. O “fim” do mundo conhecido para o “começo” do mundo a ser descoberto, a insegurança à curiosidade.
Colunas de Hércules é o nome dos promontórios que existem à entrada do estreito de Gibraltar, um em África (o monte Hacho) e outro na Europa (o rochedo de Gibraltar).
Conta-se que Hércules, para realizar um de seus doze trabalhos, teria necessidade de transpor um estreito marítimo. Dispondo de pouco tempo, resolveu abrir o caminho com seus ombros ligando, assim, o Mar Mediterrâneo ao Oceano Atlântico. De um lado, ficou um grande rochedo, mais tarde chamado Gibraltar (monte Calpe) e do outro lado o monte Hacho (Abília), a leste de Ceuta.

Acompanhar o sol chegar à cidade do mais alto deck do navio foi um presente dos deuses. Aquela vista aliviava o cansaço.

Sacrifiquei mais um almoço para correr até a riquíssima cidade. Aproveitei a companhia da minha impecável mineirinha Michele do spa e fomos dar um perdido em Gibraltar:

A Michele foi outro anjo que eu encontrei na minha vida a bordo.
Quem me apresentou a guria foi o anjo Pasek, o meu grande amigo indonesiano. Ele falava da Michele a cada cinco minutos. Eu precisava conhecer aquela garota!
Finalmente no meu terceiro dia, eu pude comprovar o quanto essa mineirinha era especial. Não foi à toa que ela conquistou os corações de todos os indonesianos com sua simpatia e gentileza.
A garota do spa precisava ser muito bonita e sofisticada para trabalhar ali, mas o que ninguém contava, era que a Michele além de ter todas essas qualidades, era também uma pessoa simples e dona de um coração do tamanho daquele navio:

Desci meio anestesiado. Málaga ainda estava piscando na minha mente.

Gibraltar foi uma surpresa. Uma surpresa ao me deparar com aquele ar britânico e ver aqueles ônibus vermelhos de dois andares passando a todo instante pelas ruas, encontrar em cada esquina aquelas famosas cabines telefônicas ou comprar o Häagen-Dazs e ter que desembolsar €5 por não ter £2:

O postal que nunca chegou, eu comprei na lojinha de um britânico confiável, que só queria saber de me mostrar as estupendas câmeras digitais a precinho de banana. Ele prometeu colocar na caixinha do correio. Sabe-se lá Deus o porquê do postal ainda não ter aparecido por aqui! Será que ele foi parar na Inglaterra? God save the Queen!

Voamos a pé pela cidade. Ruas gostosas pra se caminhar, bem arborizadas, o vento do Mediterrâneo de um lado e a brisa do Atlântico de outra, o solzão em sua totalidade, um clima de cidade mediterrânea com aquele charme britânico… E os filhos da puta dos minutos voando no meu relógio!

A Gibraltar que vi, eu vi passar com a velocidade da luz:

Quando voltei para o navio, o Enviroment Officer, o oficial mais bacana de todos me contou essas histórias sobre Gibraltar. Fiquei imaginando poder subir no Moresco, visitar as conservadas muras ou até mesmo conseguir ver as grutas de San Michele de longe, mas… Acho que fiquei um pouco frustrado quando o navio às 13hs navegou para Lisboa e deixou o desenho daquela cidade marcado apenas na minha mente.

3 Respostas para “15- Gibraltar (Reino Unido)

  1. Os postais que eu mandei de Londres demoraram umas 3 semanas pra chegar aqui…

  2. João Brito !!!!!!!!
    Uma estrela cadente que passou pelo presídio conhecido como Costa Victoria!!!
    Sabe, João, na verdade, vc foi o anjo pra todos nós!!!
    Pra nos lembrar o valor da simplicidade, da generosidade e do que realmente importa nessa vida…
    Li todos os posts e até me emocionei.
    Vc devia realmente escrever um livro!
    Obrigada pelos elogios! Adorei,rsrs…

  3. Querido, amei seu blog,vc é demais,senti muita emoçaõ com seus relatos, muita sensibilidade em todas as palavras. Parabéns!
    Escreva um livro, com certeza fará o maior sucesso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s