3- Tim Festival

Após esperar 11 anos, finalmente chegou o dia de assistir mais um show da Björk.
Como sempre, havia muita gente interessante pra se conhecer. Na verdade havia realmente muita gente.
Encontrei a Madalena e seus amigos.
O Daniel Schmerz, o Junin e o Kurenaida eu só vi de longe.

Encontramos um lugar estratégico.
Pensei comigo: “-Daqui não saio, daqui ninguém me tira”.

Assistimos o Spank Rock, o Hot Chips… Mas esses shows só serviram pra nos deixar cada vez mais ansiosos. Pelo menos o som dos caras era muito bom, transformou o Festival numa Rave.

A tarde voou. O ensolarado dia deu lugar a uma noite agradável e após tanta chuva a semana inteira, nenhuma gota pra contar história.

Os fãs não paravam de chegar.
Dá pra se ter uma idéia da grandiosidade do evento:

Como disse, o bacana do Festival está justamente em se conhecer pessoas.
Fizemos ótimas amizades:

A Björk arrasou.
Ela entrou com seu figurino de medusa e evoluiu com seu vestidinho boliviano, meio Emília no País das Maravilhas… Coisas de Björk.

O set list evoluiu com as seguintes canções:

EARTH INTRUDERS
HUNTER
PAGAN POETRY
DESIRED CONSTELLATION
THE PLEASURE IS ALL MINE
JÓGA
THE ANCHOR SONG
INNOCENCE
VOKURO
ARMY OF ME
5 YEARS
HYPPERBALLAD
WANDERLUST
PLUTO
e
DECLARE INDEPENDENCE

Jamais imaginei que ela fosse cantar 5 Years. Foi uma porrada direta no coração. Essa música é especial demais.

A Björk berrou, dançou, pulou, virou e encantou até os amigos da Madalena, que deixaram bem claro estarem ali apenas por causa de Monkeys e Killers.

Foi inacreditável.
A islandeusa dominou, destruiu, emocionou.

Missão cumprida. Eu tinha medo de não conseguir ir ao show por causa da minha viagem, mas é o que sempre digo pros outros: “Em busca do sagrado, nada pode dar errado”.

Vou embora com mais essa super recordação.

A Björk eu já conheci.
Dois shows eu já assisti.
Falta agora a Islândia descobrir.
Faço isso em Junho de 2008.

Ps: Griffo, valeu.

10 Respostas para “3- Tim Festival

  1. Oi João!!!
    O show dela é muito surreal!!!
    Que bom que deu certo pra vc!
    Não tinha uma festa de despedida melhor,hein?! =)
    Agora tenha uma ótima viagem e não deixe de manter contato,ok?!
    Grande Beijo!

  2. que legal, Björk! nem sabia que ela viria ao Brasil. pena que foi só no Rio (moro em P. Alegre).🙂 bacana seu blog.

  3. John!

    Pelas fotos (maravilhosas!) dá pra ter uma dimensão do que foi isso.. se bem q eu sei q foto nenhuma é capaz de transmitir a sua emoção naquele momento!

    Muito bom poder viver isso! Que venha a Islândia agora!

    Bjinhos e até logo (espero)!

  4. Que lindo este novo espaço, João!
    o TIM foi demais mesmo!
    Tenho só uma foto boa dela. Os seguranças tavam tirando as baterias das cameras de todo mundo.Então um amigo e eu fizemos tudo as escondidas. Outro motivo pra poucas fotos foi que ñ dava para fotografar e ver o show dela ao mesmo tempo.
    Em fim, se quiser mando a foto pra vc.
    Obrigada pela set list. Vou escutar direitinho e achar uma estrofe bem bacana para acompanhar a foto da Bjork.
    Beijão João!

  5. Que foto linda da Björk!😀

    E que bacana, as coisas se encaixando! Show, viagem, tudo…😉

  6. Fujão do flog!

    E ainda desabilitou os comentários!

    Hehehehe, só assim para você conseguir fazer o backup completo.

    Até sábado!

  7. querido,
    bom saber de ti.
    um beijo grande!

  8. Ahhh, Islândia! Traz um igluzinho para mim! *.*
    A Björk é surreal, é profunda, é intensa…esse show foi, talvez, o momento mais íntimo que já tive comigo mesma…parece que eu, simplesmente, tinha sido atirada daquele lugar para outro a la Joga, era inacreditável, minha ficha não caía nunca! Eu chorava e cantava e gritava ao mesmo tempo, era sentimento demais para tão pouco tempo. E valeu à pena de forma que poucas coisas valeram TÃO à pena.

  9. Hahaha… só faltou rimar a data no final.😄 Mas poxa que tudo esse Tim Festival, eu já não sei se passaria bem, eu fico sufocada com tanta gente em um mesmo espaço, muitos pisões nos pés e gente pulando em cima de mim. ;-; Muito baixinha para curtir shows de longe também…

  10. Cara, ninguém queria ir então fui sozinho mesmo… Cheguei la meia hora antes do segundo show… Acho q era Hot Chip… legalzinho, mas nada comparado com a baixinha e fiquei até o final de Juliette and the Licks… como acabou tarde n tinha mais busao o metrô (SP eh uma m#%$ pra transpote público) tive q ir a pé de lá até o terminal Parque D. Pedro II pra pegar o primeiro Lapa q saia as 4 da manhã… Mas valeu a pena!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s